American Dream – Qual é o seu?!

americandream

Qual é o seu sonho americano?!

Quando estamos no Brasil ouvimos falar sobre o tal “American Dream”, parece que uma boa porcentagem da população tem um. Muitas pessoas falam a respeito apenas da boca pra fora, quem afinal não quer estar nos Estados Unidos?! Fazer compras de todas aquelas marcas tão sonhadas por um preço tão mais barato, ter o último lançamento do Iphone, e todas as primeiras coisas que inventam no mundo, antes – de todo mundo.

O sonho americano pode ser falar o inglês, vir para estudar, passar um tempo aprendendo a cultura e voltar para o país de origem, e então, viver normalmente. Alguns querem se especializar e ter reconhecimento no seu país, ter sua vida normal de sempre com alguma oportunidade melhor, e já outros, acham que a oportunidade melhor é o fato de estar aqui, não importa fazendo o que.

Muitos vem pelo dinheiro, alguns ficam por conta dele, e outros voltam com uma parte dele para então começar ou continuar algo, como se viessem pescar e a venda está na conversão. Alguns sonham, pensando que aqui é tudo mais fácil e não aguentam. Pessoas chegam e desistem, pessoas chegam e sofrem, chegam e se dão bem, chegam e deprimem, pessoas chegam e se perdem, mas algumas se encontram nesse momento.

the_american_dream

É engraçado estar aqui e conviver com tantas culturas diferentes, ao mesmo tempo que somos todos iguais, nos comunicamos de formas parecidas mesmo que em outra língua, mas pensamos tão diferentes uns dos outros. Estudar em uma escola de inglês nos Estados Unidos proporciona ainda mais essa troca de cultura desde onde você convive com diferentes níveis culturais do próprio Brasil e com imigrantes de outros países como China, Japão, Colômbia, Croácia, Egito, Israel, Marrocos, Rússia, Turquia e Venezuela, são no momento os meus colegas de classe.

Em geral, brasileiro visa o dinheiro, mas o seu nível cultural diz o que ele realmente veio buscar aqui. Muitos pensam em estar aqui apenas para fazer dinheiro e ir embora sem aproveitar o seu momento aqui se enriquecendo com mais conhecimento. Alguns estudam para manter o visto mas sem pretensão de realmente aprender o idioma com algum fundamento na sua vida. Tem o outro lado que veio buscar uma condição de vida melhor, financeira e digna, com mais saúde e segurança, que almeja ir atrás de uma carreira se já não tiver uma, ou criar um novo objetivo de vida, e ter o seu próprio negócio. Alguns só sabem que o Estados Unidos é a terra da oportunidade e pagam pra ver, mas quando você chega sem algum foco, pode se decepcionar.

Em outras culturas, em outros países que não o Brasil, o sonho americano é a liberdade. A liberdade de poder ser quem você é ou quem você quer ser, a liberdade de andar como quiser na rua, poder trabalhar de qualquer coisa e ganhar um bom dinheiro fazendo isso, mesmo que você não esteja aqui pelo dinheiro. Existem muitos imigrantes ricos em seus países que estão aqui pelo simples fato de ser uma cultura mais livre e muitos pela segurança. E isso torna o sonho americano algo realmente sem fronteiras.

Estar aqui é entender que o povo brasileiro tem realmente uma cultura de julgamentos e preconceitos maior do que qualquer outro lugar, é o povo da intriga, da briga, que se por algum motivo sofreram pra estar aqui, querem que você sofra, e mesma que já tenham tudo o que querem, se puder passar a perna em você, farão isso. Em um outro país, onde você não conhece nada e absolutamente ninguém, você tem que ficar de olho aberto logo com as suas referências de “casa”. Claro que pessoas maravilhosas estão espalhadas no mundo e as vezes temos sorte em esbarrar com algumas delas. Mas é um pouco triste identificar isso.

Esse foi o tema das aulas na semana passada, e é legal ouvir um pouco de cada um sobre seus propósitos de vida ou coisas que acontecem em seu país que os fazem querer continuar aqui.

Eu resolvi falar um pouquinho sobre esse tema, pois acredito que essa ideia do sonho americano talvez já tenha passado pela sua cabeça.

Estar em outro país que não é seu, não é apenas substituir tudo que esta ruim na sua vida por coisas que você acredita ser boa. As vezes tudo vai parecer pior do que já estava. As mudanças são difíceis e as vezes elas podem ficar ainda piores, suas conquistas vão da sua correria. Tirem a ideia de que o sonho americano é viver aqui porque todo mundo tem tudo, então você caí de para-quedas nos estados unidos e vem alguém com uma mala de dinheiro e te faz rico. Você chega aqui cheia de foco e as pessoas começam a pedir perfume e Iphone como se você pudesse comprar ali na loja de $1,99. A diferença esta que você vai comprar uma bolsa da Arezzo por R$ 300,00 e eu vou comprar uma da Michael Kors ou Ralp Lauren por $150,00, mas, ganhando em dólar, sem converter. Nem por isso enriquecemos, você só ganha dignamente pra viver bem dentro do país independente do que você faça, sem nenhum julgamento e sendo tratado igualmente por todos. Você tem oportunidades, não basta ter só um currículo bonito, aqui importa mais se você mostra que sabe e pode fazer, você pode trabalhar em subemprego, ganhar 3x mais do que ganhava no seu super emprego no Brasil, no entanto só continua em subemprego quem tem preguiça de se esforçar, estudar, correr atrás, quem pensa pequeno, quem não vai atrás de informação.

Você vai poder ter o que quiser, mas vai suar pra isso, vai chorar algumas noites e vai perder folgas podendo desbravar as cidades e tudo que existe de novo, em casa bem cansado.

Se você não era nada independente, aqui você vai aprender a ser, e se você já era, aqui você será ainda mais, desde que até o pneu do seu carro não existe outro pessoa pra calibrar além de você, nem mesmo se você quisesse dar aquele “tip” pela ajuda, realmente não tem ninguém nunca, abastecer o carro também é complicado só nas duas primeiras vezes, depois vira algo tão natural quanto dirigir e você para de pensar que pode explodir o posto de gasolina, e as vezes inclui passar você mesmo no caixa algumas compras.

Antes de largar tudo, saiba o que significa largar tudo para morar nos Estados Unidos. Quais são seus reais objetivos e o que faria por eles.

Qual é o limite do seu “American Dream”?

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s