Manifeste o SIM na sua vida.

Um post sobre ACREDITAR.

Acreditar é crer em algo. Seria então um nível de crença positiva, porque todos nós temos milhares de crenças que muitas das vezes nos limitam em diversas áreas da nossa vida.

Como tudo na nossa vida, nós sempre temos escolhas, e caminhos que podemos decidir seguir ou não.

Porque hoje é muito mais fácil a gente NÃO ACREDITAR? o que muda na sua vida quando você não acredita em algo? Quando você não tem certeza se vai dar certo? O que faz disso algo melhor ou mais feliz? O que você colhe de bom nessa plantação negativa da dúvida? Da desesperança? Você já parou pra pensar em porque é tão difícil ter fé naquilo que você não vê?

A falta de crer e confiar em algo que não existe certeza, fórmula e resultado garantido, nada mais é do que a falta de confiança em você mesmo. Que você pode transformar tudo na sua vida, e de tudo aquilo que não pode mudar, você pode aceitar e viver de forma diferente e até descobrir ter sido melhor pra você assim. Mas com certeza se você coloca poder e confiança em algo para dar certo, isso dará, porque você está dando poder para que aquilo se manifeste. Por isso agir de forma tão negativa ou com tantas dúvidas, é ruim, porque damos poder a isso também de forma que o que não queremos acaba acontecendo.

Eu tenho certeza de que você não vai ler esse texto e começar a acreditar e apenas manifestar tudo de bom na sua vida, porque existe um trabalho de confiança com você mesmo a ser feito para que isso de certo, e um trabalho de superar e eliminar todas as suas crenças criadas até o dia de hoje, que fizeram você descrer do poder da criação, do seu poder interno, da sua energia e intuição. Eu sei que isso é muito papo de thetaheling, que aliás se você não sabe sobre o que se trata esse tipo de terapia, pesquisa sobre essa maravilha que foi criada através de pura física quântica.

Lembra quando saiu aquele filme “o segredo”? Foi um choque no mundo, o divisor de águas de quem não acredita em nada e das pessoas que acharam incrível e que poderiam só pensar e então realizar e então não aconteceu, e aí caiu no esquecimento, todo mundo seguiu com a vida igual, e talvez uns 3% tenham sido atingidos e hoje seguem lembrando você, de que basta acreditar, confiar, entregar e agradecer.

O universo não entende o negativo, então be positive. O universo não entende o não, então diga sim para o que quer manifestar. O universo não entende a dúvida, então se conheça para saber bem o que você quer. Porque nós estamos cansados de saber o que não queremos, mas na hora de dizer o que você quer, aí fica difícil, porque se conhecer, ter opinião própria, ser único – além de trabalho, é muita responsabilidade, responder por si mesmo e por tudo que faz, e por isso a gente não acredita, a gente prefere dizer não. Porque o que vier é lucro, né?

Crie a sua realidade, trabalhe que “o não” você já tem, então manifeste o sim na sua vida, se abra a mais oportunidades, faça coisas que julga não serem boas para que você tenha a experiência suficiente para dizer que realmente não é pra você, mantenha a sua vida em movimento e de experiência em experiência saiba cada vez mais aquilo que você quer manifestar na sua vida.

Se você continuar achando tudo uma bobagem, cheio de dúvidas, medos, inseguranças, preferindo não fazer para não se decepcionar ou nao mudar para não decepcionar os outros. O que vai mudar na sua vida? Como as coisas podem mudar na sua vida se o que você merece é barrado por milhares de nãos para chegar até você? Abra espaço, abra a sua mente! Acredite.

E então deixe que a vida se encarregue do resto, lembre-se de entao aceitar, confiar, e agradecer, todos os dias. Porque nós temos todos os dias as ferramentas necessárias para fazermos melhor hoje, sermos feliz hoje, e evoluirmos hoje, de forma que vamos chegar na nossa co-criação.

Manifeste!

Abaixo eu deixo umas dicas para você começar a fazer diferente.

  • Pra começar você precisa ser grato pelo que tem hoje, e saber viver no seu presente sem olhar passado ou estar no futuro. Seja grato.
  • Em seguida, saiba o que você quer, quem é você, qual seu propósito, o que faz o seu coração se encher de vida.
  • Acredite no seu potencial e merecimento, acredite de que tudo é possível, e que com confiança você poder ser e ter tudo o que quiser. Não tenha dúvidas.
  • Manifeste sem medo de ser feliz, pronto para passar por cima do que vier, sendo bom ou ruim, você vai dar conta, porque tudo passa. Esteja preparado para sentir o que precisa e evoluir porque a colheita sempre chega para quem sabe plantar. Medite, mentalize, diga em voz alta, escreva se for preciso, e se puder crie o seu mural das manifestações, de tudo que já é seu, das sementes que estão plantadas, seja lá o que você quiser colher.
  • A vida é para quem tem coragem de viver, diga sim. Não tente mirabolar como as coisas vão acontecer. Apenas diga sim, manifeste, acredite, siga vivendo o seu melhor na sua vida, e as coisas vão achar o seu caminho.

Acredite.

Sim!

Com amor ♥️


Como viver com um propósito – Exercício de Coach.

Cavando mais fundo para encontrar uma finalidade.

Primeiro, perca 5 minutos do seu dia se perguntando como você quer tocar no seu pequeno pedacinho do mundo. O que é mais importante para ser criado no seu tempo de vida?

Depois responda às questões abaixo o mais rápido possível, colocando a primeira coisa que vem na sua mente.

  • Quando nos últimos 10 anos você olhou pra sua vida e descobriu que o tempo passou voando?
  • Com o que você se importa o suficiente para estar disposto de retirar todo o lixo que que vem junto com isso?
  • Do que você cuida como uma criança?
  • O que você gostaria de fazer se você soubesse que não poderia falhar?
  • O que valeria a pena falhar apenas para passar um tempo fazendo isso?
  • Quais problemas no mundo, você acha que precisam ser consertados ou mudados mais urgentemente, e como você poderia ajudar?

O caminho do auto conhecimento é sem fim, são doses diárias de paciência e amor consigo mesmo, observar, se analisar. Parar para fazer isso jamais será perder tempo, na verdade estamos sempre ganhando mais tempo com nós mesmos, e criando uma vida com mais sentido pra nós e quem está ao nosso redor, com relações os verdadeiras, com mais prosperidade e sucesso, ainda que sucesso seja diferente para cada um de nós.

Descobrindo suas paixões.

Esse é um exercício mais para a longo prazo, mas é mudo relevante que você ter resultados, com e de fazendo agora.

Faça uma lista de 12 coisas que você gostaria de fazer ou tentar. Hobbies, trabalho, qualquer tipo de atividade social, voluntariado etc. pode ser incluso qualquer coisa, desde um passeio de trem, até começar um negócio.

Agora, atribua um mês do ano para se concentrar em casa um deles. Faça anotações sobre como você se sente, tanto enquanto está fazendo a atividade como em geral. Pode ser uma atividade ou esporte que lhe dê uma sensação de liberdade.

Procure as linhas comuns entre suas paixões e pense sobre por essas conexões podem revelar sobre seus propósitos, impulsos e valores.

Mate-se metaforicamente ou escreva a sua história de vida.

Agora, escreva seu próprio obituário. CALMA! Eu sei que parece estranho, mas você vai entender. Imagine que você tenha morrido com 101 anos de idade e escreva um parágrafo do seu obituário do ponto de vista de um parente querido ou alguém próximo e um parágrafo do ponto de vista de alguém do seu trabalho ou de alguma comunidade que você esteja envolvido (ou gostaria de estar envolvido no futuro). O que você quer que eles digam?

Se isso for muito mórbido, em vez disso, escreva a sua história de vida, incluindo o seu futuro, não mais do que uma página.

Trazendo tudo junto.

Agora, olhe para trás para identificar quais tópicos e temas em comum surgiram dos três exercícios anteriores.

Anote o que você descobriu sobre si mesmo e use isso para encontrar até seis pontos que resumem o seu significado de vida.

Pode incluir seguir a sua curiosidade de experimentar o máximo possível deste mundo ou promover relações mais profundas e amor com família e amigos.

Esse é um exercício de coach que pode ajudar muito no dia a dia de vocês, principalmente esse mês de agosto de 2018 que a energia está focada no nosso cardíaco, é o momento de se conhecer e abrir o nosso coração, pra nós mesmo.

Aproveitem ♥️


Mindfulness, o que?!

Eu tenho falado bastante sobre mindfulness nos stories nas últimas semanas, e quem me segue lá deve ter visto que o mês inteiro a minha leitura tem sido dedicada a essa prática que eu já faço tem uns meses pra cá, e tenho então estudado mais sobre seus benefícios e técnicas para adaptar no meu dia.

Vou te explicar:

  1. O que é Mindfulness?!
  2. Porque praticar Mindfulness?!
  3. Como começar a praticar o Mindfulness?!

A meditação existe na minha vida há mais ou menos 6 anos. Se naquela época eu soubesse sobre Mindfulness eu com certeza teria tido um caminho mais fácil e prático, pois como todo mundo, o meu primeiro ano foi de tentativas frustradas nesse lance de sentar e meditar, mas eu nunca desisti, e hoje estou aqui um ser super meditativo “haha”.

Mindfulness é também uma prática meditativa, sendo ela ATIVA.

Temos dois tipos de meditação, a meditação passiva, tradicional que todo mundo conhece apesar de talvez não entender muito bem como funciona, mas seria no geral a meditação onde nos silenciamos em um cantinho, sentados de pernas cruzadas, às vezes na posição de lótus ou na sua posição mais confortável! E o Mindfulness que é uma prática meditativa ATIVA. O que significa que você medita em movimento, trazendo a meditação para suas atividades diárias e corridas do dia a dia.

Essa prática consiste em primeiro lugar você ser um ser mais consciente, sendo assim praticar trazer a consciência das suas atitudes no momento em que as está fazendo! Seria basicamente vivenciar o tão falado presente o qual muitas vezes estamos nele apenas de corpo, mas a alma e a mente estão flutuando por aí sentindo dores do passado, ou sonhando e imaginando o presente, fazendo planos, pensando no que o fulano falou, naquilo que te magoou, no que vai fazer no final de semana, e assim seguimos o dia, pensando em todas essas coisas, muitas que não podemos resolver, então criamos ansiedades, transtornos, fazemos coisas que não nos damos conta de que as fazemos, depois joga sentimos frustrador, irritados e as vezes não sabemos nem o porque estamos tão chateado a, tão magoados, tão de mal humor! Isso porque fazemos quase TUDO sem o mínimo de consciência. Então parece um clichê, mas devemos mais do que nunca FOCAR no nosso presente. Mindfulness poderia ser resumido como ter FOCO, e viver o momento presente com consciência.

Parece tão simples quando falamos assim, né?

“Ah de for só pra focar no que eu estou fazendo, isso é ridículo, todo mundo consegue”.

Mas quando você se dispõe a entender mais o quanto é importante ter consciência e viver o momento presente e o quanto não fazer isso te torna um ser humano mais infeliz, perdido, sem foco, sem produtividade, um ser humano que está sempre se sentindo mal e não sabe o porque, e a vida vai passando, passando.. e parece que nada acontece. Porque não temos consciência da nossa vida, e nem dos nossos sentimentos.

O Mindfulness ele consiste em você observar também os seus sentimentos, entender que pensamentos virão para te tirar do foco, e você irá observá-los e deixá-los ir e então voltar para o seu momento presente. Às vezes nos sentimos triste e tentamos preencher esse sentimento ou vazio com coisas que façam isso passar ou você esquecer que aquilo está ali. Mas nunca vai passar enquanto não houver cura e para curar o que nos faz mal, para que a gente supere essa fase, para que tenhamos uma vida mais plena e alegre como todos desejam e buscam, precisamos sentir o que sentimos, observar, entender, e ter consciência do sentimento e o porque dele.

Acho que em tudo que eu disse já responde o porque do praticar o Mindfulness. A meditação ela é cientificamente comprovada que é a nossa liberdade e resposta da vida plena e feliz, comprova que podemos mudar a nossa mente a forma como enxergamos e vivemos através do exercício da nossa mente, assim como você exercita o seu corpo para atingir o resultado muscular que deseja, esse trabalho existe na nossa mente quando a estamos exercitando, e vamos trabalhando diferentes áreas do nosso cérebro. A meditação nos torna mais presentes, mais conscientes, mais felizes, com uma capacidade maior de produtividade e de realmente atingir nossos objetivos e sonhos com sabedoria, calma, paciência, e de entender que nem tudo o que queremos de fato é pra nós, através dela ativamos nossa memória, e até evitamos doenças.

Se convenceu da importância dessa prática? Eu recomendo um livro que ainda estou lendo, esse livro é inglês, mas tenho certeza que deve existir muitos livros em português com a mesma ideia que esse te propõe.

Eu entendo que muita gente tem dificuldade de fazer a meditação passiva, que ainda não consegue incluir um tempo em sua rotina dedicando tal importância como escovar os dentes, mas poder fazer tudo o que você já faz incluindo a prática do Mindfulness e ter grandes benefícios para uma vida mais feliz, parece ótimo, né?!

Em ambas as práticas meditativas, a meditação não tem nada a ver com você não pensar em nada, primeira coisa, elimine essa crença que te limita de começar a praticar algo em benefício próprio. Não adianta pensar em um corpo que não carrega uma mente saudável, porque não pensar em nada é impossível e também comprovado que não existe como. Temos milhões de pensamentos por dia, muitos deles que vivem nos sabotando, até porque todos os nossos milhões de pensamentos estão relacionados não apenas as nossas experiências, mas a situações que ouvimos e a nossa mente tem o poder de projetar algo que nem sabemos a real vericidade, mas criamos já algo na nossa mente que em meio a turbilhões de pensamentos essas projeções aparecem como se fossem reais e são só criações da nossa mente super criativa, nossos pensamentos são criados por filmes, histórias, tudo aquilo que passa por nossa visão é ouvidos. Crie seu círculo de pensamentos bons, deixe que projeções e julgamentos venham e os identifiquem dessa maneira, veja os indo embora porque não condizem com a realidade que você tem. Isso será possível exercitando o Mindfulness no seu dia a dia.

Como praticar o Mindfulness?!

No trânsito, no chuveiro, cozinhando, trabalhando, comendo, em uma conversa, ouvindo uma musica, fazendo exercício na academia, brincando com seu pet ou o pet de alguém, dando um bom abraço em alguém, escovando os seus dentes, assistindo um filme.

Você pode praticar com absolutamente tudo.

Perfeito obviamente seria acordar e estar consciente e vivendo o presente como tem que ser, todos os dias em cada uma de nossas atividades, seria perfeito! Mas é difícil e por mais que você venha anos praticando, você talvez até faça isso 100% do seu tempo, por um dia, mas no dia seguinte talvez seja apenas 80%. O que já faz toda diferença.

Então primeira coisa, abuse do MANTRA diário, para tudo que você fizer na vida:

– ORAI E VIGIAI.

Esse mantra te lembrará de todas as atitudes que vem tendo ao longo do dia, e o que você precisa parar de fazer ou fazer melhor. Pratique, coloque alarme no celular 1x no meio do seu dia, para que você se lembre. Estou no meu momento presente? Estou fazendo julgamentos? Estou me sentindo bem comigo mesmo?

Em seguida, para ficar mais fácil, escolha todo dia 3 atividades de todas as que você terá ao longo das suas 24 horas. Por exemplo:

Hoje, quinta-feira (exemplo):

  1. Terei 1hora vaga as 6hrs: praticarei Mindfulness colocando nesse tempo a leitura do livro que estou lendo.
  2. As 8 horas mais ou menos vou jantar: praticarei hoje o Mindfulness na hora do meu jantar, observando o que vou estar comendo, as cores, o cheiro, vou me sentar à mesa, vou comer devagar sentindo a comida na minha boca, mastigando devagar. No jantar de hoje então, não usarei telefone, não ouvirei música, não irei conversar com ninguém, não irei ficar pensando na vida, ou no que tenho para fazer amanhã. No jantar de hoje, vou de fato comer o que estou comendo, observar como meu corpo se comporta, quanto tempo eu realmente levo para comer, como me sinto depois. Sem pressa!
  3. Então antes de dormir, vou assistir um filme: Vou deixar tudo off, vou escolher o filme, observar sua história, cores, fotografia, as vozes dos atores, os detalhes da cena, vou me carregar para dentro daquele filme!

Que tal?!

Você pode escolher o momento que for tomar banho ou escovar os dentes, ou apenas o momentos que for lavar os pratos, ou quando for fazer seu checklist do dia seguinte. Escolha todo dia 3 por uma semana, e identifique como se sente!

Espero que tenham gostado de entender um pouco mais como o Mindfulness funciona, e se vocês realmente estiverem animados a começar e forem tentar, me contem seus progressos, em quais momentos usaram, como se saíram, e qualquer dúvidas, deixe tudo aqui nos comentários 🙂


Com amor ♥️