Máquina de suco ou liquidificador?

Você sabe a diferença entre as juicers – máquinas de espremer sucos e o liquidificador?!

Eu sei que pode parecer uma pergunta boba, mas muitas pessoas não sabem a diferença dela pra nossa saúde, e de acordo com o que estamos mais precisando absorver no momento, podemos transitar entre uma ou outra!

Essa foi uma postagem no meu insta de nutrição integrativa que você pode acessar AQUI. E resolvi compartilhar aqui como post no blog, pois muitas vezes temos algumas dúvidas pequenas ou nem passamos por elas, mas pequenas coisas fazem bastante diferença na nossa nutrição. Então agora, toda vez que for preparar o seu suco ou vitamina, trará a consciência de qual a melhor opção ao fazer ou do que o seu corpo realmente está precisando.

Juicer – Ela separa a polpa do suco deixando apenas as fibras solúveis, o que torna a nossa digestão mais fácil. Isso permite o nosso sistema digestivo exercer sua energia livrando o corpo de resíduos e toxinas acumulados. Os nutrientes são altamente concentrados e permitem uma absorção fácil e rápida. Isso pode ajudar a você dar um boost de energia de forma mais rápida antes ou depois de exercícios e até faz um rápido reabastecimento de nutrientes quando você não está se sentindo bem. Pelo fato de não ter as fibras, todos os nutrientes e antioxidantes vão rapidamente para corrente sanguínea.

Liquidificador – mantém a polpa e as fibras insolúveis. As fibras ajudam o sistema digestivo trabalhar devagar o que faz você se sentir satisfeito por mais tempo. Isso mantém A liberação de energia mais sustentada, e pode ser útil quando você deseja reduzir o apetite entre as refeições e controlar também o seu açúcar no sangue. Alguns dos nutrientes das vitaminas e sucos se ligam à fibra digerível e são transportados para o corpo, deixando menos nutrientes para serem absorvidos.
Quanto mais conhecimento tiver sobre as necessidades do seu corpo e rotina, poderá transitar entre as duas opções.

Você achou essa informação útil?

Compartilha comigo.

Gratidão por estar aqui,

Namastê.


Tudo que você precisa saber sobre a Proteína.

As proteínas são consideradas os blocos de construção da nossa vida. Nossa pele, ossos, músculos, cabelos, unhas e cartilagem são principalmente feitas de proteínas. Muitas das nossas enzimas e hormônios também são feitos de proteína. A nossa necessidade de proteína vai alterando no decorrer da nossa vida, mas a maioria das pessoas conseguem facilmente obter a quantidade adequada de proteína de suas dietas, consumindo ou não proteína animal.

A proteína tem várias funções no nosso corpo além de nos dar energia. Ela ajuda promover a estrutura dos nossos tecidos e células, dando suporte também para a nossa imunidade e até mesmo o nosso crescimento. A proteína é usada no nosso corpo para criar vários dos nossos hormônios, quais ajudam a manter em nosso corpo a homeostase (estabilidade ou equilíbrio dentro da nossa célula ou corpo), sinalizando que uma determinada ação deve começcar ou cessar. As enzimas que ajudam nas reações químicas, são outro tipo de proteínas em nosso corpo.

Proteínas fazem parte dos macronutrientes que nosso corpo precisa. Macronutriente significa, uma substância usada para nosso crescimento, energia e funcionamento do nosso corpo e organismo e são chamadas de macronutrientes pois nosso corpo precisa em uma grande quantidade.

A digestão da proteína começa no estômago e termina no intestino delgado, nesse processo a proteína se quebra entre os amino ácidos que podem ser usados no trato gastrointestinal e o que vai ser transportado para as nossas células e trabalhar em variadas funções em nossos corpo. A proteína contém 4 calorias por grama, e a recomendação diária são 0.8 gramas por kg do peso do nosso corpo.

Pessoas que fazem dietas em alto teor de proteína, podem muitas vezes aumentar seus levels de gordura saturada no sangue e causar estress nos rins. Por isso devemos nos atentar as dietas milagrosas quanto a ingerir apenas proteínas, sem conhecer nosso corpo, e como ele vem funcionando ou como tem sido nossa aliemntação e não nos prejudicarmos a longo prazo.

Aumentar a quantidade de proteína na sua dieta não é necessariamente aumentar a sua ingestão calórica ou de carnes.Existem milhares de fontes de proteínas maravilhosas plant-based, como nozes, feijões e legumes. A dieta protéica deve ser levada em consideração o peso individual de cada um, sua saúde, seu nível de atividade física e objetivos.

O espinafre por examplo é uma fonte maravilhosa de proteína. Não podemos esquecer que quando comemos uma carne e ingerimos junto com ela, folhas verdes, estamos dobrando nosso ingestão de proteína naquela refeição. A diferença da proteína de folhas como o espinafre por examplo, é que encontramos também, diversas vitaminas, muitas vezes zero gordura e zero colesterol, temos ferro, potássio, cálciu, que muitas vezes não encontramos na carne, principalmente se não sabemos da procedência daquela carne, além de ingerir mais gorduras ruins para nosso corpo. Por isso, quando decidir ingerir proteína animal, se importe com a qualidade da carne, com a procedência do animal.

Proteínas são compostas de amino ácidos. 20 amino ácidos são encontramos no corpo humano mas nosso corpo é capaz de sintetizar apenas 11 deles. 9 restantes não podem ser sintetizados no corpo e devem ser obtidos em nossas dietas, os quais chamamos de amino ácidos essencias.

As proteínas de origem vegetal tem faltando entre 1 ou 2 desses amino ácidos, por isso são consideradas proteínas incompletas. No entando, soja e quinoa são duas fontes de proteína vegetal que tem uma proporção equilibrada de amino ácidos e podem ser consideradas completas.

Ainda que muitas fontes de proteínas plant-based possam ser incompletas, comendo uma variedade de grãos, legumes, folhas, é possível obter todos os amino ácidos necessários que nosso corpo precisa.

Algumas fontes de proteína vegetal de alta qualidade, abaixo.

  • Quinoa
  • Legumes (feijões, lentilhas, ervilhas)
  • Sementes (Chia, Cânhamo (Hemp))
  • Castanhas, nozes, amêndoas.
  • Levedura nutricional
  • Spirulina
  • Produtos a base de soja orgânica ( tofu, por exemplo).

Existem muitos benefícios para a saúde em consumir mais proteína de origem vegetal, tais como..

  • Reduz o estress oxidativo
  • Reduz o risco de câncer, diabetes e doenças no coração
  • Melhora a saúde intestinal
  • Abaixa o colesterol
  • Aumenta a sua longevidde.

Tem uma vasta pesquisaque suporta todos os argumentos para adotar uma dieta plant-based como melhora da nossa saúde de forma geral, e claro, então várias outras questões ambientais que não cabem a este post.

O que eu gostaria de trazer aqui hoje é entedermos o que é a proteína que tanto falamos e sentimos falta quando não temos um pedaço de carne no nosso prato. Eu como vegana, sou sempre questionada em como posso adquirir proteínas em meu corpo se eu não como animais. Primeiro precisamos entender o que estamos consumimos, e o que é exatamente isso que estamos dizendo precisar, e por isso comemos animais. Será que estamos apenas replicando algo que ouvimos dizer anos atrás e foi passado de geraçao em geração sem nos preocuparmos em parar para estudar nosso corpo e nossa alimentação sem replicar o que falam por ai. Somos seres individuais e temos necessidades diferentes, precisamos nos conhecer.

Outra coisa que queria dizer que este post não é desmerecendo a proteína animal como uma fonte viável ao nosso corpo, desde que seja de qualidade, porém no entando é extremamente comprovado que não faz bem a nossa saúde em quande escala como verdadeiramente é consumida por pessoas que se alimentam de animais. Podemos reduzir. Precisamos pensar e reavaliar nosso consumo.

Ainda que não precisamos de um rótulo para definir nossa dieta e o que somos ou porque escolhemos comer o que comemos, desde qu estamos optando por nossa saúde, eu vou colocar uma nomeclaturas que pode te ajudar a para quem sabe pensar em uma transição, ou diminuição. Não precisamos ser super consumidores de carne e muito menos veganos de forma mais restrita.

  • Veganos – Não consomem nenhuma fonte de produto animal, não apenas alimentícia.
  • Lacto- vegetarianos – Consomem queijos e derivados.
  • Ovo-vegetarianos- Consomem ovos.
  • Lacto-ovo vegetarianos – Consomem tanto ovos como queijos e derivados.
  • Plant-based – Podem ocasionalmente consumir produtos animais, mas sua alimentação tem foco maior em consumo de produtos a base de plantas. Quando digo plantas, são produtso a base vegetal, sem origem animal em sua grande maioria.

A saúde em uma dieta a base de plantas tem uma lista enorme de benefícios comprovados, mas devemos estar presentes em nossa alimentação para observarmos as nossas necessidades em algumas vezes incluir mais omega-3, vitamina B12, cálcio, ferro, e vitamina D, de acordo com a necessidade.

Pessoas que se alimentam de proteína animal podem ter essas mesmas deficiências pois em grande maioria não mantém uma dieta equilibrada, não fazem consumo de carnes de qualidade. Então a proteína animal pode te trazer as mesmas deficiências se não tiver uma alimentação saudável e equilibrada. Assim como pessoas que mantem uma alimentação a base de plantas, podem não ter essas deficiências se mantiverem uma alimentação equilibrada e saudável.

Espero que tenham gostado de entender um pouco mais sobre a proteína, em breve vou trazer aqui o carboidrato, pois assim como a proteína ele é um macronutriente importante no nosso corpo.

Qualquer dúvida, me enviem mensagens.

Super beijo.

Namastê.


10 caminhos para melhorar o seu sono.

Melhore a qualidade do seu sono através de dicas básicas criando uma rotina do sono, incluindo de pouco em pouco novos hábitos para ter um sono restaurador.

1) Se exercite regularmente encontrando o melhor exercício para o seu corpo. Exercícios beneficiam muito a qualidade da nossa vida, produzindo hormônios que fazem nosso corpo funcionar melhor em todo seu sistema.

2) Limite o seu consumo de cafeína. Lembrando que cafeína não está apenas presente no café. A cafeína é um estimulante que cada corpo metaboliza de uma maneira diferente afetando afetando no seu humor. O recomendado de cafeína diária é de até 250 miligramas por dia. Podemos encontrar cafeína em chás, cafés, sodas, chocolate e em alguns suplementos.

3) Limite a luz azul antes de dormir, que são encontradas em telas como televisão, computador e celulares. Essa luz pode ser super benéfica durante o dia porque ajuda a dar um boost no seu humor e atenção mas acontece o contrário a noite. O ideal é evitar telas de 2 á 3 horas antes de dormir. Os celular costumam ter uma opção “modo noite” que ajuda bastante manter ativo no período da noite onde essa ferramenta diminui a emissão de luz quente.

4) Cuide do seu ambiente de dormir criando um espaço calmo e aconchegante. Não tenha televisão no quarto, procure deixar o ambiente bem escuro na hora de dormir e durante a noite. Mantenha uma temperatura agradável e use travesseiros e roupa de cama que você considera confortável. Reduza barulhos de eletrônicos, ventiladores etc, e use essências como lavanda que ajuda a acalmar e trazer conforto para o sono, podendo usar como spray na roupa de cama e travesseiro que ajuda a inalar enquanto dorme ou em difusores.

5) Preste atenção nos horários das suas refeições, seu corpo tem um relógio que conhece o seu ritmo cardíaco e e responsável por todo o processo biológico das suas células que impactam nos níveis hormonais do sono e também é sincronizado com a luz do dia.

6) Coma bem! O que não é novidade pra ninguém. Esteja longe de comidas processadas, incluindo açúcar – essa é a chave. Comer em equilíbrio com gorduras saudáveis e proteína de qualidade (sendo de animais ou plantas), fibras vinda das frutas e vegetais e grãos inteiros, todos podem ajudar a ter um sono efetivo com descanso verdadeiro.

7) Use suplementos apenas se precisar. A Melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal que regula nosso ritmo cardíaco, o que fala para nosso corpo quando dormir e quando acordar. A melatonina se tornou um suplemento bem popular por regular o sono, mas isso pode ajudar a falar para o nosso corpo que é hora de ir dormir, o que na verdade não faz necessariamente o seu corpo dormir. E lembre que todo suplemento deve ser consultado com seu médico sobre se ele é o certo para você. Temos também o magnésio que é tão popular quando a melatonina para ajudar a regular o sono, mas assim como a melatonina suplementada, isso não faz você de fato ou necessariamente dormir. O magnésio ajuda a relaxar as tensões dos músculos e acalmam a ansiedade. Ambos podem ajudar a dormir melhor.

8) Use a meditação e técnicas de respiração. Se você não medita, talvez seja hora de começar. A meditação com foco na sua respiração trás a sua atenção para o presente e isso pode ajudar a você quebrar o padrão negativo e pensamentos estressantes. As técnicas de respiração que encontramos na meditação e yoga ajudam o corpo a relaxar, reduzir a ansiedade, a controlar seus desejos e ajuda a dormir. Que tal começar tentando – Inspire contando até 4 então segure sua respiração até 7 e então expire seu ar por 8 – repita essa sequência por ao menos 4 vezes com atenção plena. Use a técnica sempre que se sentir ansiosa (o) e se possível faça durante o dia algumas vezes como prática.

9) Crie o seu melhor horário para dormir com uma rotina antes desse horário, criando ações todas as noites antes de dormir. Vá implementando uma ação e rotina nova a cada semana, e tente realizar por 1 mês e então perceber o seu corpo. Se for atraente faça um diário da sua rotina e sono até que vire um hábito que melhor se encaixa com você.

10) Seja gentil consigo mesmo!! Não se force a ter que ficar até tarde para terminar o último capítulo do livro, ou ter que ficar em um jantar com amigos ou se dar tantas obrigações. Ninguém é perfeito e precisamos viver nossas vidas, nos tornando presente com hábitos melhores para preservar a qualidade do nosso sono.

Uma simples rotina com mais consciência pode ajudar muito na qualidade do nosso sono. Principalmente em períodos onde estamos mais atarefados ou estressados, precisamos observar o que estamos comendo, em quais horários, como estávamos nos sentido na noite anterior antes de dormir, e devemos aprender a fazer perguntas a nos mesmos pela manhã para entender os caminhos para onde nossa saúde integral está indo. Corpo, mente e espírito.


Porque pessoas se tornam vegetarianas ou Veganas?!

Com certeza já se passou pela sua cabeça o porque uma pessoa deixaria de comer pra sempre todas as coisas mais gostosas do mundo, como queijos variados, qualquer tipo de biscoito, e perderia aquele churrasco maravilhoso com amigos etc etc etc, e como essa pessoa poderia viver com um prato onde falta algum alimento nele.

Esse post é tipo um resumo da verdade NUA E CRUA. Porque muita gente pergunta, mas porque? – então, por todos esses motivos aí embaixo.

Não estou te convertendo, mas compartilhando informações da realidade ao nosso redor.

Mudar é psempre uma decisão pessoal do tempo e consciência de cada um. Mas sempre podemos ajudar uns aos outros a entender e fazer o melhor que podemos, sempre.

Existem três reais e verdadeiros motivos pelos quais pessoas escolhem um estilo de vida e filosofia diferente. Você pode ser pelos três deles ou por um deles. Comigo começou basicamente pelo AMOR aos animais, estava ficando cada vez mais difícil comer um animal a cada consciência que eu tinha de que aquilo no meu prato ERA UM ANIMAL MORTO. E eu uma Felícia dos animais não entendia como eu poderia pensar e sentir de uma forma e agir de outra, se eu amava todos os animais. Foi uma briga entre mente e coração. Eu já experimentava comida vegetariana e vegana a bastante tempo, nos mais badalados restaurantes de Botafogo, e o que eu comia de origem animal, era muito por falta de pesquisa e comodismo de cuidar de mim mesma sabendo de onde vinha aqueles produtos e se lá tinha mesmo as coisas que todo mundo falava. Porque a gente a adora falar com a amiga sendo a fonte é a amiga de fulana etc, e assim vai, um artigo na internet, e ninguém busca em um livro, documentário, conversa com um médico para se certificar. A gente só escuta e faz porque alguém falou sem nos mostrar nada.

Mas enfim, pesquisando mais sobre, o sofrimento animal, a crueldade com a qual eles são mortos, a sangue frio, com suas peles arrancadas com eles vivos, agonizando, sangue escorrendo até a sua morte, (desculpa, mas isso que acontece), esse foi pra mim, o principal motivo, porque eu não podia fazer parte dessa dor, ser feliz comendo algo que sentiu tanta dor! Ainda não sei lidar com isso (choro litros).

Então cortei tudo de uma vez, e fui atrás de informações e substituições. O leite eu já havia cortado faz tempo, e se você quer saber mais sobre isso, eu criei uma highlight no meu Instagram só falando sobre os malefícios do leite de vaca. Eu sempre como muito ovo, mas foi fácil tirar, e o tofu mexido é maravilhoso e cheio de proteína sem gordura alguma! Yammmy!!!! O queijo foi o mais difícil e o último a tirar, até porque todo lugar vende coisa com queijo comum.

Mas por fim, vamos aos 3 motivos que as pessoas no geral mudam.

Pelos animais:

Comentei um pouco acima sobre o sofrimento dos animais. A verdade é que as pessoas não entendem muito bem como funciona, mas precisamos saber o que comemos.

O leite, queijo e ovos, são feitos de sofrimento também, porque todo mundo acha que não existe morte pra isso. Mas pior, porque os animais ficam sendo torturados até a morte, é triste. As vacas ficam 9 meses grávidas, como uma mulher humana, então ela tem um período grande dando leite, máquinas ficam em suas tetas tirando o leite todo o tempo todo, fica tudo ferido, e isso vai para o leite, sangue, pus, excesso de hormônios e elas sentem muita dor, seus bebês não mamam, são separados delas para virarem baby beefs e ficam no escuro aguardando a morte. As vacas são inseminadas para de manter em constante gravidez de forma que continuem gerando leite e quando não podem mais, viram pedaços de carne. Tanto a vaca como o boi, antes de virarem carne tem suas peles arrancadas para o couro.

As galinhas ficam presas sem luz do dia e sem ciscar, sendo introduzidos uma ração cheia de antibióticos e hormônios que fazem elas colocarem um ovo e às vezes até dois por dia, o que normalmente seria 1 por mês, já que o ovo da galinha nada mais que a menstruação dela. Os pintinhos tem seus bicos arrancados porque ficam muito estressados assim como as galinhas que tentam matar umas às outras, quando as galinhas não conseguem mais colocar ovos, viram frangos, os pintinhos viram nuggets, e assim vai.. acontece o mesmo com os porcos, com os peixes etc..

Na questão de sofrimento também entra produtos testados em animais e até vestimenta da pele deles. Quando animais não vão para o prato, eles ficam presos em cativeiros com vários produtos químicos sendo estados até não aguentarem mais e morrerem.

Daria para escrever só sobre a dor animal, o quanto sofrem, como é a produção e o quanto isso faz mal pra nossa saúde.

Pela saúde:

Falado em saúde, porque veganos se tornam veganos por conta da saúde?

Acima já falo sobre a dor animal e algumas coisas que eles precisam para poder produzir o que produzem. Todos os animais ingerem alto teor de hormônios e antibióticos, pra colocar ovo, pra produzir leite, pra amaciar a carne etc, o boi por exemplo sabe quando vai morrer e solta uma enzima natural dele, no corpo dele, que fica na carne e nos faz muito mal. Tudo isso de ruim fica no produto animal, a carne do mercado só fica vermelha porque além do sangue colocado depois, existe um corante para que ela fique daquela cor, e a maioria apodrece mais rápido do que diz na embalagem, mas para não dar o aspecto ruim, existem vários agentes químicos que disfarçam isso, e a gente compra uma carne pensando que ela está aparentemente suculenta, muitas vezes estamos sendo enganados. Chegam em açougues carnes doentes com câncer etc, que são só cortados fora e dados para nós comer. E tudo isso aumenta a nossa diabete, nos causa hipertensão, dificulta nossa circulação pela quantidade de gordura que existem nesses produtos, causa obesidade, ataque do coração, vários tipos de câncer como próstata e mama, e uma alimentação a base de plantas (não leia isso como se fosse viver de alface, porque mostro diariamente não stories do Instagram que não é), ela ajuda você a evitar todas essas doenças, porque além da gordura que evitamos, não comemos hormônios e antibióticos, stress, dor, a maioria dos alimentos são ricos em vitaminas, gluten free, e feitos com produtos mais naturais e gorduras saudáveis.

Isso tudo é comprovado pelas melhores universidades dos Estados Unidos com muitos estudos e testes, e muita gente opta esse estilo de vida muito mais até por conta da própria saúde, acredite como tudo melhora, desde a pele até à disposição.

Além disso, muitas pessoas têm alergias a determinados tipos de alimentos de origem animal, e são intolerantes a lactose, não à toa.

Por último mas não menos importante.

Pelo planeta:

Daria para fazer também um post só sobre a quantidade de destruições que indústrias agricultoras de produção animal fazem ao planeta. Se qualquer pessoa que more próxima a uma, poderá te dizer a real sobre a devastação e poluição. O inimigo número 1 do nosso planeta são essas indústrias. De uma maneira resumida, falarei sobre.

São usados 3x mais pedaços de terra, se não mais, que a terra necessária para plantar soja entre outros alimentos naturais. Imagine a quantidade de terra que precisa para existir tantas vacas e bois, animais enormes. Só nos Estados Unidos 10 bilhões de animais crescem por ano para virarem comida. Pra isso o desmatamento de florestas cruel, além disso os bois soltam “punzinhos” hehe com gás metano que é muito mais prejudicial à camada de ozônio do que os carros por exemplo. E você pode imaginar aquela quantidade de bói “peidando” junto? – Jesus!

Existe um gasto enorme de água, essas indústrias são as maiores responsáveis pelas poluição dos rios e quantidade de lixo produzida. E assim elas são as maiores responsáveis por destruir o nosso planeta.

Esses são os 3 motivos pelas quais pessoas mudam, tentando custar de si mesmas e quem sabe podendo também mudar alguma coisa no mundo.

As indústrias não se importam com isso, o governo não se importa com isso e fingem não ver e não saber, porque envolve dinheiro. Até alguns médicos, porque os remédios fazem parte de uma indústria milionária também que fazem que a gente acredite que precisamos de um remédio pra tudo nessa vida. Daria um post sobre isso?! Com certeza!!!

Devemos repensar o que colocamos no nosso prato, crescemos nessa sociedade e mudar hábitos são sempre difíceis, mas podemos fazer melhor um pouco todo dia. Mas o mais importante é a gente saber de onde vem oque comemos, como é porque. O que um pedaço de carne inocente pode fazer na nossa saúde e no mundo.

Existe caminhos para todos, como sempre digo, a gente deve saber com o que contribuímos, porque escolhemos tais coisas e não outras.

Se você não se tornar vegano, está tudo bem. Mas saiba o que come, e porque veganos, são veganos.

Só pra lembrar, a falta de proteína um mito, os animais têm proteínas porque comem o que veganos comem. E se tornar vegetariano é um caminho de transição ao veganismo, começando a mudar devagar.

Existem milagres de documentários incríveis no Netflix sobre o assunto, e nem todos mostram a cenas difíceis de ver enquanto animais sofrem, muitos passam o informações valiosas. Mas hoje vou indicar e colocar o link de um vídeo no YouTube que já falei dele lá no Instagram, que foi feito pelo Leonardo DiCaprio quando ele se tornou embaixador da ONU em 2016. E fala muito mais sobre o planeta e as organizações que estão por trás da nossa falta de mudança, e como nosso mundo estará daqui há 50 anos se não mudarmos hoje. Maravilhoso, sério!

Seremos história?!

Enjoy!

Beijos ♥️