Máquina de suco ou liquidificador?

Você sabe a diferença entre as juicers – máquinas de espremer sucos e o liquidificador?!

Eu sei que pode parecer uma pergunta boba, mas muitas pessoas não sabem a diferença dela pra nossa saúde, e de acordo com o que estamos mais precisando absorver no momento, podemos transitar entre uma ou outra!

Essa foi uma postagem no meu insta de nutrição integrativa que você pode acessar AQUI. E resolvi compartilhar aqui como post no blog, pois muitas vezes temos algumas dúvidas pequenas ou nem passamos por elas, mas pequenas coisas fazem bastante diferença na nossa nutrição. Então agora, toda vez que for preparar o seu suco ou vitamina, trará a consciência de qual a melhor opção ao fazer ou do que o seu corpo realmente está precisando.

Juicer – Ela separa a polpa do suco deixando apenas as fibras solúveis, o que torna a nossa digestão mais fácil. Isso permite o nosso sistema digestivo exercer sua energia livrando o corpo de resíduos e toxinas acumulados. Os nutrientes são altamente concentrados e permitem uma absorção fácil e rápida. Isso pode ajudar a você dar um boost de energia de forma mais rápida antes ou depois de exercícios e até faz um rápido reabastecimento de nutrientes quando você não está se sentindo bem. Pelo fato de não ter as fibras, todos os nutrientes e antioxidantes vão rapidamente para corrente sanguínea.

Liquidificador – mantém a polpa e as fibras insolúveis. As fibras ajudam o sistema digestivo trabalhar devagar o que faz você se sentir satisfeito por mais tempo. Isso mantém A liberação de energia mais sustentada, e pode ser útil quando você deseja reduzir o apetite entre as refeições e controlar também o seu açúcar no sangue. Alguns dos nutrientes das vitaminas e sucos se ligam à fibra digerível e são transportados para o corpo, deixando menos nutrientes para serem absorvidos.
Quanto mais conhecimento tiver sobre as necessidades do seu corpo e rotina, poderá transitar entre as duas opções.

Você achou essa informação útil?

Compartilha comigo.

Gratidão por estar aqui,

Namastê.


Tudo que você precisa saber sobre a Proteína.

As proteínas são consideradas os blocos de construção da nossa vida. Nossa pele, ossos, músculos, cabelos, unhas e cartilagem são principalmente feitas de proteínas. Muitas das nossas enzimas e hormônios também são feitos de proteína. A nossa necessidade de proteína vai alterando no decorrer da nossa vida, mas a maioria das pessoas conseguem facilmente obter a quantidade adequada de proteína de suas dietas, consumindo ou não proteína animal.

A proteína tem várias funções no nosso corpo além de nos dar energia. Ela ajuda promover a estrutura dos nossos tecidos e células, dando suporte também para a nossa imunidade e até mesmo o nosso crescimento. A proteína é usada no nosso corpo para criar vários dos nossos hormônios, quais ajudam a manter em nosso corpo a homeostase (estabilidade ou equilíbrio dentro da nossa célula ou corpo), sinalizando que uma determinada ação deve começcar ou cessar. As enzimas que ajudam nas reações químicas, são outro tipo de proteínas em nosso corpo.

Proteínas fazem parte dos macronutrientes que nosso corpo precisa. Macronutriente significa, uma substância usada para nosso crescimento, energia e funcionamento do nosso corpo e organismo e são chamadas de macronutrientes pois nosso corpo precisa em uma grande quantidade.

A digestão da proteína começa no estômago e termina no intestino delgado, nesse processo a proteína se quebra entre os amino ácidos que podem ser usados no trato gastrointestinal e o que vai ser transportado para as nossas células e trabalhar em variadas funções em nossos corpo. A proteína contém 4 calorias por grama, e a recomendação diária são 0.8 gramas por kg do peso do nosso corpo.

Pessoas que fazem dietas em alto teor de proteína, podem muitas vezes aumentar seus levels de gordura saturada no sangue e causar estress nos rins. Por isso devemos nos atentar as dietas milagrosas quanto a ingerir apenas proteínas, sem conhecer nosso corpo, e como ele vem funcionando ou como tem sido nossa aliemntação e não nos prejudicarmos a longo prazo.

Aumentar a quantidade de proteína na sua dieta não é necessariamente aumentar a sua ingestão calórica ou de carnes.Existem milhares de fontes de proteínas maravilhosas plant-based, como nozes, feijões e legumes. A dieta protéica deve ser levada em consideração o peso individual de cada um, sua saúde, seu nível de atividade física e objetivos.

O espinafre por examplo é uma fonte maravilhosa de proteína. Não podemos esquecer que quando comemos uma carne e ingerimos junto com ela, folhas verdes, estamos dobrando nosso ingestão de proteína naquela refeição. A diferença da proteína de folhas como o espinafre por examplo, é que encontramos também, diversas vitaminas, muitas vezes zero gordura e zero colesterol, temos ferro, potássio, cálciu, que muitas vezes não encontramos na carne, principalmente se não sabemos da procedência daquela carne, além de ingerir mais gorduras ruins para nosso corpo. Por isso, quando decidir ingerir proteína animal, se importe com a qualidade da carne, com a procedência do animal.

Proteínas são compostas de amino ácidos. 20 amino ácidos são encontramos no corpo humano mas nosso corpo é capaz de sintetizar apenas 11 deles. 9 restantes não podem ser sintetizados no corpo e devem ser obtidos em nossas dietas, os quais chamamos de amino ácidos essencias.

As proteínas de origem vegetal tem faltando entre 1 ou 2 desses amino ácidos, por isso são consideradas proteínas incompletas. No entando, soja e quinoa são duas fontes de proteína vegetal que tem uma proporção equilibrada de amino ácidos e podem ser consideradas completas.

Ainda que muitas fontes de proteínas plant-based possam ser incompletas, comendo uma variedade de grãos, legumes, folhas, é possível obter todos os amino ácidos necessários que nosso corpo precisa.

Algumas fontes de proteína vegetal de alta qualidade, abaixo.

  • Quinoa
  • Legumes (feijões, lentilhas, ervilhas)
  • Sementes (Chia, Cânhamo (Hemp))
  • Castanhas, nozes, amêndoas.
  • Levedura nutricional
  • Spirulina
  • Produtos a base de soja orgânica ( tofu, por exemplo).

Existem muitos benefícios para a saúde em consumir mais proteína de origem vegetal, tais como..

  • Reduz o estress oxidativo
  • Reduz o risco de câncer, diabetes e doenças no coração
  • Melhora a saúde intestinal
  • Abaixa o colesterol
  • Aumenta a sua longevidde.

Tem uma vasta pesquisaque suporta todos os argumentos para adotar uma dieta plant-based como melhora da nossa saúde de forma geral, e claro, então várias outras questões ambientais que não cabem a este post.

O que eu gostaria de trazer aqui hoje é entedermos o que é a proteína que tanto falamos e sentimos falta quando não temos um pedaço de carne no nosso prato. Eu como vegana, sou sempre questionada em como posso adquirir proteínas em meu corpo se eu não como animais. Primeiro precisamos entender o que estamos consumimos, e o que é exatamente isso que estamos dizendo precisar, e por isso comemos animais. Será que estamos apenas replicando algo que ouvimos dizer anos atrás e foi passado de geraçao em geração sem nos preocuparmos em parar para estudar nosso corpo e nossa alimentação sem replicar o que falam por ai. Somos seres individuais e temos necessidades diferentes, precisamos nos conhecer.

Outra coisa que queria dizer que este post não é desmerecendo a proteína animal como uma fonte viável ao nosso corpo, desde que seja de qualidade, porém no entando é extremamente comprovado que não faz bem a nossa saúde em quande escala como verdadeiramente é consumida por pessoas que se alimentam de animais. Podemos reduzir. Precisamos pensar e reavaliar nosso consumo.

Ainda que não precisamos de um rótulo para definir nossa dieta e o que somos ou porque escolhemos comer o que comemos, desde qu estamos optando por nossa saúde, eu vou colocar uma nomeclaturas que pode te ajudar a para quem sabe pensar em uma transição, ou diminuição. Não precisamos ser super consumidores de carne e muito menos veganos de forma mais restrita.

  • Veganos – Não consomem nenhuma fonte de produto animal, não apenas alimentícia.
  • Lacto- vegetarianos – Consomem queijos e derivados.
  • Ovo-vegetarianos- Consomem ovos.
  • Lacto-ovo vegetarianos – Consomem tanto ovos como queijos e derivados.
  • Plant-based – Podem ocasionalmente consumir produtos animais, mas sua alimentação tem foco maior em consumo de produtos a base de plantas. Quando digo plantas, são produtso a base vegetal, sem origem animal em sua grande maioria.

A saúde em uma dieta a base de plantas tem uma lista enorme de benefícios comprovados, mas devemos estar presentes em nossa alimentação para observarmos as nossas necessidades em algumas vezes incluir mais omega-3, vitamina B12, cálcio, ferro, e vitamina D, de acordo com a necessidade.

Pessoas que se alimentam de proteína animal podem ter essas mesmas deficiências pois em grande maioria não mantém uma dieta equilibrada, não fazem consumo de carnes de qualidade. Então a proteína animal pode te trazer as mesmas deficiências se não tiver uma alimentação saudável e equilibrada. Assim como pessoas que mantem uma alimentação a base de plantas, podem não ter essas deficiências se mantiverem uma alimentação equilibrada e saudável.

Espero que tenham gostado de entender um pouco mais sobre a proteína, em breve vou trazer aqui o carboidrato, pois assim como a proteína ele é um macronutriente importante no nosso corpo.

Qualquer dúvida, me enviem mensagens.

Super beijo.

Namastê.